quinta-feira, 20 de maio de 2010

Bolo de alfarroba com ruibardo

Há alturas em que tudo se avaria. Ando num período desses, com crises e emergências quase constantes na minha cozinha. Tudo começou com a máquina da loiça, mas o vírus está a espalhar-se a outros electrodomésticos e mesmo às canalizações. Claro que com esta situação, como diz uma colega, "não há condições para trabalhar". Creio que se ganhasse o euromilhões seria o primeiro sonho a concretizar - uma cozinha nova, com uma boa gestão dos espaços e uns lindos armários. Deixaria para segundo plano outros desejos mais fúteis, que nem me atrevo a revelar.Este bolo de alfarroba e ruibardo foi realizado no início da epidemia que lastra na minha cozinha.

Comecei a misturar ingredientes até obter uma consistência que julguei adequada para um bolo. Mas primeiro cortei 4 a 5 talos de ruibardo e assei no forno com um pouco de água (3 cm de altura) e 2 colheres de sopa de açúcar amarelo. Este processo demorou 30 minutos. Depois coloquei a escorrer num passador umas horas.

Para a massa do bolo utilizei: 150 g de farinha, 100 g de farinha de alfarroba, 1 colher de sopa de fermento, 2 iogurtes magros, 1 dl de leite, 2 ovos, 1 colher de chá de canela, 1 colher de café de extracto de baunilha e 3 colheres de sopa de açúcar. A esta massa juntei o ruibardo aos bocados, mas apenas escorrido para ficar com bocados inteiros. Coloquei numa forma forrada e levei ao forno cerca de 20 a 30 minutos.

Devido ao ruibardo o bolo fica com uma consistência apudinada. Achei curioso porque mesmo os mais gulosos, que sempre protestam por eu colocar pouco açúcar nos doces, gostaram deste bolo. Provavelmente por ser uma mistura inesperada.

7 comentários:

  1. Que combinação tão interessante. Já experimentei o ruibarbo e adorei, pena não encontrar com facilidade nos supermercados. Quanto à alfarroba comprei em tempos um pacote de farinha e acabei por deixar passar o prazo, mas com esta receita fiquei com a curiosidade aguçada.
    E quanto à cozinha...não desesperes...não há mal que sempre dure.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde, visitei o seu blog e gostei muito... Gostaria de lhe pedir se pode colocar o link do meu blog no seu...

    http://vinhosdasemana.blogspot.com/

    Espero que coloque.
    Belo blog!

    Vinhos da Semana

    ResponderEliminar
  3. Embora na fotografia não seja perceptível o bolo fica bastante húmido por dentro, devido aos bocados de ruibardo. Como conselho acho que numa próxima vez reduziria a farinha de alfarroba para 50 g, aumentando a farinha de trigo.
    Quanto à cozinha as coisas hoje já estão mais controladas e já fui escolher novos electrodomésticos. Bjs

    ResponderEliminar
  4. Obrigada pela visita. Já coloquei o seu blogue na lista.

    ResponderEliminar
  5. Adorei este bolo de ruibarbo, até porque
    quando era creança, na Bélgica, comíamos´
    muito ruibarbo (bom para os intestinos...)
    em compotas. O bolo é muito agradável e
    nada enjoativo e tem boa aparência.
    Um abraço Nelly

    ResponderEliminar
  6. Houve qualquer problema com o envio do meu
    comentário. Dizia que gostei muito do bolo de
    alfarroba, pouco dôce mas muito gostoso e com
    bom aspecto. Quando era creança comia muitas
    vezes ruibarbo em compota (bom para a diges-
    tão...) Um abraço Nelly

    ResponderEliminar
  7. Agradeço à "anónima" N. pelo testemunho simpático, mas fundamentado no facto de ter sido uma das provadoras deste bolo. Bjs

    ResponderEliminar